IV - Noventa e seis horas

/
0 Comments



Você está tão longe
que às vezes penso
que nem existo

Nem fale em amor
que amor é isto

[Leminski]

Ocupada encarando o relógio e contando cada segundo até você chegar.